PROJETO CONSERVAÇÃO DA TONINHA FMAII

         A toninha (Pontoporia blainvillei) é o golfinho costeiro mais ameaçado no Oceano Atlântico Sul. A conservação da espécie é um desafio comum a três países - Brasil, Argentina e Uruguai - devido à perda de habitat, a poluição nos ambientes marinhos e a captura acidental em redes de pesca. No Brasil, o projeto visa apoiar pesquisas sobre a ecologia da toninha e sua mortalidade acidental por atividades pesqueiras na costa brasileira, assim como a estruturação de uma rede de parceiros atuantes pela conservação da espécie. 

         Através da parceria com pescadores e pescadoras, fizemos o monitoramento do desembarque pesqueiro e um levantamento socioeconômico da pesca no litoral de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Ainda, fortalecemos a relação de respeito mútuo, base para a construção de processos futuros de gestão participativa dos territórios da toninha. 

         O objetivo ao longo do projeto foi entender a realidade de comunidades de pesca artesanal, como se relacionam com as espécies alvo da pesca e demais espécies não-alvo, e como podemos agregar os conhecimentos para a conservação do oceano e as práticas tradicionais. Esta iniciativa ocorreu entre 2019 e 2021, coordenada pela Associação MarBrasil e pelo Laboratório de Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná e com apoio de múltiplos parceiros e instituições de pesquisa.

Linha do tempo FMAII.png

PRODUTOS DE COMUNICAÇÃO

Cópia de PRESENTE DA TONINHA DE NATAL!.png

LIVRO INFANTIL
"O MARULHO DA TONINHA"

Confira a história infantil que traz um outro olhar sobre a relação de comunidades pesqueiras e a toninha.

Cópia de PRESENTE DA TONINHA DE NATAL! (1).png
ToninhaThon HORIZONTAL BRANCA.png

Confira como foi o maior evento de inovação social e tecnológica que visou buscar soluções para a captura acidental das toninhas

Cópia de PRESENTE DA TONINHA DE NATAL! (2).png

ASSISTA AO DOCUMENTÁRIO
"O MAR DE TONINHAS"

APOIADOR

NOVA LOGO (1).png

“A realização do Projeto Conservação da Toninha é uma medida compensatória estabelecida pelo Termo de Ajustamento de Conduta de responsabilidade da empresa PetroRio, conduzido pelo Ministério Público Federal – MPF/RJ.”